Dr. Joaquim Leitão Couto (1941-2024)

Faleceu na terça-feira, dia 25 de junho, aos 83 anos, o Dr. Joaquim Leitão Couto, nascido em Viseu, em 1941. Foi um notável médico cuja vida e carreira deixaram marcas profundas, criando um legado de serviço e dedicação ao próximo que será lembrado por muitos.

Desde cedo, o Dr. Joaquim Leitão Couto demonstrou uma vocação para o serviço comunitário e uma paixão pela Medicina. Após se formar, radicou-se em Coimbra, onde se destacou como Assistente na Faculdade de Medicina e como chefe do Serviço de Ortopedia dos Hospitais da Universidade de Coimbra. Sob sua liderança, o serviço de Ortopedia tornou-se uma referência na região, graças à sua dedicação incansável e à sua busca pela excelência no atendimento aos pacientes.

O Dr. Joaquim Leitão Couto não se limitou apenas à sua prática médica. O seu compromisso com o bem-estar das pessoas levou-o a Penacova, terra da sua esposa, falecida em 2009. Lá, tornou-se uma figura central, envolvido em várias instituições locais, incluindo os Bombeiros e a Santa Casa da Misericórdia. A sua dedicação a Penacova era evidente e incansável, contribuindo significativamente para o desenvolvimento da comunidade, tanto no âmbito social quanto cultural.

Além destas atividades, o ortopedista também se envolveu ativamente na vida política e cultural de Penacova. Entre 1979 e 1982, presidiu a Câmara Municipal, onde trabalhou incansavelmente para o progresso do concelho. Mais tarde, assumiu a presidência da Assembleia Municipal, continuando a sua missão de servir a comunidade. A sua paixão pelo património levou-o a ser um dos grandes mentores do Museu do Moinho Vitorino Nemésio, na Portela de Oliveira, uma obra que reflete o seu amor pela história e pela cultura local.

Em reconhecimento à sua contribuição inestimável para a comunidade, o Dr. Joaquim Leitão Couto foi distinguido com a Medalha Municipal de Honra de Penacova, em 2022, durante as comemorações do feriado municipal. Esta distinção, a mais alta do município, é um testemunho do impacto duradouro do seu trabalho e da sua dedicação à terra que amava.

O desaparecimento do Dr. Joaquim Leitão Couto marca o fim de um ciclo de uma vida dedicada ao serviço dos outros. Deixa uma herança de bondade, conhecimento e serviço que continuará a inspirar todos aqueles que tiveram o privilégio de o conhecer.

Obrigado, Dr. Joaquim Leitão Couto, pela sua dedicação e ensinamentos que deixa.

Até sempre