SPOT une-se ao CPSA para impulsionar práticas sustentáveis na saúde

A Sociedade Portuguesa de Traumatologia e Ortopedia (SPOT) aderiu ao Conselho Português para a Saúde e Ambiente (CPSA), uma organização sem fins lucrativos que já integra 67 organizações, comprometidas em defender uma vida sustentável.

O CPSA foi criado com o objetivo de criar colaborações entre diversas entidades e personalidades na área da saúde, de modo a reduzir emissões poluentes, promover práticas ambientalmente sustentáveis e capacitar a saúde para enfrentar desafios decorrentes das alterações climáticas. É, ainda, objetivo do CPSA convocar a ciência para apoiar as decisões políticas neste âmbito.

 “Já há muitos bons exemplos de programas de sustentabilidade a nível de muitas organizações de saúde e de hospitais”, menciona Luís Campos, fundador e presidente do CPSA, “mas falta uma voz comum que se faça ouvir de forma mais clara. É essa ambição que levou à criação do Conselho Português para a Saúde e Ambiente”

Deste modo, a inclusão da SPOT reflete o seu compromisso em se tornar um agente ativo na defesa de práticas sustentáveis e de se tornar um modelo na adoção de comportamentos ecologicamente corretos.